Quem somos

Minha foto
JUIZ DE FORA, MINAS GERAIS, Brazil
Esperamos com este Blog dividir um pouco das inúmeras histórias que acumulamos na nossa profissão. São relatos engraçados, tristes, surpreendentes...

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Miss Brasil Gay suspenso para evitar surto de gripe A

Por Michele Pacheco

Um dos mais importantes eventos GLBT do país está suspenso por tempo indeterminado.
O Miss Brasil Gay reúne transformistas de todos os estados brasileiros e turistas do Oiapoque ao Chuí e também do exterior.
O concurso é tradicional no mês de agosto e atraiu cerca de dez mil pessoas no ano passado.

As misses passam o ano inteiro preparando as roupas luxuosas para encantar os jurados.
Além de tempo, é gasto um bom dinheiro nessa preparação.
Alguns trajes custam na faixa dos R$ 50 mil.
A cada ano, o glamour aumenta.
Em 2009, eram esperadas em torno de 14 mil pessoas e o evento estava marcado para a semana que vem.

A suspensão foi anunciada hoje à imprensa e aos organizadores.
A decisão foi tomada depois das primeiras reuniões do Comitê Municipal para Enfrentamento da Gripe A, criado em Juiz de Fora.
As autoridades de saúde estão preocupadas com a vinda de um número elevado de pessoas de áreas onde há surto da doença.
Em geral, os turistas cariocas e paulistas são maioria no evento.

Está suspenso também o Rainbow Fest, o maior Fórum de Homossexualidade do Brasil. Faltando cinco dias para o início do evento, os organizadores também foram pegos de surpresa.
Marcos Trajano é um dos fundadores do MGM, Movimento Gay de Minas, e um dos criadores do Rainbow Fest.
Ele lamentou a decisão e disse que o prejuízo para a luta pelos Direitos dos Homossexuais é grande.
O fórum costuma discutir temas importantes e polêmicos do universo GLBT.
Shows e badalação também fazem parte da programação. A Parada da Cidadania, que leva as cores do arco-íris para as ruas de Juiz de Fora no encerramento do Rainbow Fest também foi suspensa.

Os responsáveis pelos eventos reconhecem que o momento é de cautela e que a aglomeração de milhares de pessoas vindas de áreas com surto poderia agravar a situação em Juiz de Fora.
Hoje, a cidade vive um momento de atenção.
Não há casos confirmados oficialmente.
Mas, os integrantes do comitê estão preocupados, pois nem todos os pacientes que apresentam sintomas de gripe estão tendo material coletado para exames.

Ainda não se sabe o valor do prejuízo causado com a suspensão dos eventos.
A prefeitura anunciou apoio aos organizadores junto aos contratados para participar das festas.
A expectativa é de que na segunda semana de setembro seja possível reavaliar a situação e a possibilidade de remarcar os eventos.
A providência mais urgente adotada pelos organizadores é avaliar a situação e divulgar o adiamento.
O receio é de que muitas pessoas que pagaram pacotes turísticos para acompanhar o Rainbow Fest, a Parada e o Miss Brasil Gay já estejam se deslocando para a cidade ou não fiquem sabendo a tempo de cancelar os contratos.